Todos os horários+horarios
MAIS LIFETIME

Dos 5 países mais violentos para a mulher, 4 estão na América Latina

Os dados são alarmantes. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), pelo menos uma a cada três mulheres confessou já ter sofrido algum tipo de violência na vida. 

Pior ainda é saber que dos cinco países mais violentos para a mulher, quatro estão na América Latina. El Salvador lidera a lista, seguido por Colômbia, Guatemala e Rússia (único não-latino no top-5) e, por fim, o Brasil. 

Mas a violência contra a mulher não está restrita apenas a esta lista – ela é generalizada em todo o continente. Em Honduras, por exemplo, 7,8% das mulheres foram abusadas sexualmente quando ainda eram crianças. Em El Salvador cerca de 42% das mulheres sofreram violência antes dos 15 anos. Alarmantes 38% concordam que o marido tem o direito de agredir a mulher sob certas circunstâncias, no Equador; enquanto aqui no Brasil, cerca de 13 mulheres são mortas por dia (quase metade delas por armas de fogo). 

Agressões cometidas por parceiros ou ex-parceiros respondem por 38% de todos os casos de violência contra a mulher latino-americana. Os dados são da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Mas nem tudo está perdido. De 2010 a 2015 o número de países da América Latina e Caribe que passaram a tipificar o feminicídio em suas leis subiu de quatro para 16. 

Na Argentina, onde os índices de assassinato de mulheres são altíssimos, milhares de pessoas têm se mobilizado pelo fim da violência – tanto que a manifestação Ni Una a Menos se replicou em vários outros países latino-americanos. 


Aproveite para rever a temporada mais recente de JANE THE VIRGIN. Toda quarta, a partir das 20h40, com dois episódios seguidos!

 


Fonte: Cepal, Pan-American Health Association e Mapa da Violência | Imagem: Shutterstock